Aquele momento em que você precisa arejar um pouco...

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

PÃO E CIRCO PARA A MASSA IGNARA

De novo, como em todo ano, aí vem a Festa do Peão de Barretos.

Eu nem ia escrever esse
post pois acredito que todas as críticas já foram feitas, todos os vegetarianos já se manifestaram contra e os militantes pelos direitos animais também. Para tentar mostrar que essa prática é cruel, fizeram passeatas (alguém "não-vegetariano" ou "não-militante" viu?), criaram apresentações em Powerpoint, vídeos, cartazes e os distribuiram internet afora.

ONGs, associações, agremiações e simpatizantes "da causa" animal, muitas vezes com recursos dos próprios bolsos de seus integrantes, fizeram o que podiam para conseguir adesão ao boicote ao evento, à conscientização das pessoas de que, por exemplo, derrubar um novilho torcendo-lhe o pescoço quando este está correndo não é muito saudável para o animal.


Mas nada parece dar resultado e mudar a situação.

A
ignorância do povo prevalece, é contagiosa e parece se alastrar mais que a gripe suína.

O lobby das empresas patrocinadoras é muito forte, tem muito dinh
eiro e o apelo é grande: muitos não vão lá para ver o rodeio, mas beber, verem e serem vistos e quem sabe tirar ao menos uma lasquinha dos rapazes e garotas fantasiados de Jeca curtindo os shows musicais que rolam por lá.

E foi por causa dos shows que resolvi escrever.
Li no UOL que "
católicos e evangélicos marcam presença na festa de Barretos", mandando pra lá suas estrelas musicais.

Você deve pensar que tenho birra em relação à religião de modo geral, mas os religiosos fazem por merecê-la.

Quer saber o motivo pelo qual as religiões (exceção para o Budismo e algumas outras do lado de lá do mundo) e os religiosos não abraçam a causa animal e o vegetarianismo? Porque isso seria impopular, perderiam faturamento, quer dizer, adeptos.


Como disse Abrahan Lincoln, "Não me interessa nenhuma religião cujos princípios não melhoram nem tomam em consideração as condições dos animais".

Como pode gente espiri
tualizada, que procura a paz, procura "o Senhor", procura elevação espiritual concordar com isso ou, tão ruim quanto, fechar os olhos a respeito?

Claro, como sempre haverão depoimentos sobre como os animais são bem tratados, pois eles são o ganha-pão dos peões e do espetáculo, blá, blá, blá... E a maioria vai acreditar nisso, como se laçar ou derrubar por torção de pescoço, estressar um animal naturalmente pacífico para que pareça bravo, dar choques para já sair pulando para arena e outras práticas ainda mais sádicas fossem "tratar bem".

Assim como o personagem Cypher (uma alusão à Lúcifer?), grande parte prefere continuar na Matrix, pois só precisam continuar em frente como sempre fizeram.

"- Ilusão é felicidade" - diz Cypher abocanhando um sangrento naco de filé.

7 comentários:

robertobech disse...

O problema é que na bíblia já consta que Deus criou os animais para que servissem ao homem, aí já viu, né? Nem com embasamento bíblico os pobres dos bichinhos podem contar.

tHe HeAdSHakEr disse...

Não sei não...
Vc sabe onde, na Bíblia, isso está escrito?
Confesso (confessar é coisa de católico, mas não sou) que não conheço a Bíblia, mas acredito que haja um equívoco interpretativo nessa questão. Ninguém mais sabe, nem Ele, o que exatamente estava escrito na Bíblia original depois de tantas traduções mal feitas e ignorância lingüística, mas vamos lá:

Pelo pouco que sei, há uma passagem na Bíblia em que Ele diz:
- Deus disse: "Eis que eu vos dou toda a erva que dá semente sobre a terra, e todas as árvores frutíferas que contêm em si mesmas a sua semente, para que vos sirvam de alimento.
- E a todos os animais da terra, a todas as aves dos céus, a tudo o que se arrasta sobre a terra, e em que haja sopro de vida, eu dou toda erva verde por alimento." E assim se fez.

Ora, não é preciso ser um gênio para entender que Deus se referia à terra e não à Terra e o que nela é plantado e colhido – e animais não são uma coisa nem outra. No segundo parágrafo, para que fique claro, Ele oferece as mesmas coisas aos animais igualzinho oferece ao Homem.

Ele diz, em outras duas passagens:
- “Então Deus disse: "Façamos o homem à nossa imagem e semelhança. Que ele reine sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos e sobre toda a terra, e sobre todos os répteis que se arrastem sobre a terra." e
- Deus os abençoou: "Frutificai, disse ele, e multiplicai-vos, enchei a terra e submetei-a. Dominai sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todos os animais que se arrastam sobre a terra."

Tentando acreditar que Deus não é um sádico cruel e sanguinário, duvido que “reinar” signifique ser um tirano, usar e abusar de tudo ao seu bel prazer (como o Sarney, por exemplo). Reinar deveria ser interpretado como “zelar”, “cuidar”, “proteger” todas as coisas. “Dominar”, do mesmo modo, não precisa necessariamente significar “submeter”, mas estar acima e conduzir, orientar, chefiar. Interpretar essas palavras sempre pelo lado mais cruel é ou uma distorção moral inata do Homem ou então uma descarada má fé pela qual se interpreta os escritos de acordo com os próprios interesses.

Além disso, estudos lingüísticos recentes descobriram que JC e sua gangue não comiam nem dividiam peixe coisa nenhuma. O que foi traduzido erroneamente como “peixe” é, na verdade, uma espécie de alga comum na região por onde JC perambulava.

Se Deus “escreveu” um livro para falar aos homens, não poderia ter sido mais claro e específico? Não poderia Ele intervir nessas interpretações equivocadas? Aliás, sendo onisciente, Ele já sabia que haveria distorções em Sua palavra. Será então que Ele está se divertindo às nossas custas?

Abs,
Luís

robertobech disse...

"Tentando acreditar que Deus não é um sádico cruel e sanguinário (...) descarada má fé pela qual se interpreta os escritos de acordo com os próprios interesses."

Má fé?

'E Jeová passou a falar a Moisés... e imolarás o carneiro e, tomando o seu sangue, o espargirás sobre o altar ao redor; e partirás o carneiro em partes, e lavarás as suas entranhas e as suas pernas, e as porás sobre as suas partes e até a sua cabeça. Assim queimarás todo o carneiro sobre o altar; é holocausto para o Senhor; é cheiro suave, oferta queimada ao Senhor.”. “Isto, pois, é o que oferecerás sobre o altar: dois cordeirinhos de um ano cada dia continuamente. Um cordeirinho oferecerás pela manhã, e o outro cordeirinho oferecerás à tardinha;... cheiro suave; oferta queimada é ao Senhor.'

Esta aqui também é ótima:

“E o primeiro nascido dum jumento deves compensar com um ovídeo. Mas, se não o compensares, então terás de quebrar-lhe a nuca.”. Êxodo 34:20.

Ou esta:

“Se o boi escornear um escravo, ou uma escrava, dar-se-á trinta siclos de prata ao seu senhor, e o boi será apedrejado.”.

Mas esse negócio de velho testamento é manjado, vamos ver o que diz o bondoso Jesus Cristo:

“Se encontrares pelo caminho, numa árvore ou no chão, um ninho (abrigo) de ave com passarinhos ou ovos, e a mãe posta sobre os passarinhos, ou sobre os ovos, não tomarás a mãe com os filhotes; sem falta deixarás ir a mãe, porém os filhotes podes tomar; para que te vá bem, e para que prolongues os teus dias.”. Deuteronômio 22:6-7.

Igualdade entre espécies? É ruim, hein? Olha só, Mateus 12:12:

“Afinal da contas, quanto mais vale um homem que uma ovelha!”.

O cara fala que o homem deve reinar sobre os animais, aí dá todos esses exemplos fantásticos e eu é que tenho má fé?

tHe HeAdSHakEr disse...

Pois é, é o que eu disse: não conheço direito o tal livro...

A Bíblia foi escrita com o passar dos anos, das décadas, e os escribas foram acrescentando seus próprios delírios após fritarem seus cérebros ao atravessarem os desertos da região e esses delírios foram profundamente influenciados pelos costumes, cultura, política, interesses econômicos e ignorância de seu tempo.

De qq modo, NENHUM cristão segue a Bíblia por completo (ainda bem, pois seria o caos) – cada um segue apenas a parte que lhe interessa e isso inclui continuar a tratar os animais como “coisa” e não como “sujeito”.

Mas vc não tem má fé. Os que escreveram a Bíblia é que tem.

Aliás, pelo que me lembro, vc é ateu, portanto sua fé – nos moldes cristãos tradicionais - não é boa nem má, ela simplesmente não existe...rs...rs...

Abs,
Luís

Nina Casali disse...

Relembrando um dos dez mandamentos de Deus, segundo a Igreja Católica, que diz:"Não Matarás". Aí diz não matarás um boi? Não matarás uma criança?
Não matarás é geral, não mate ninguém.
Os animais tem sentimentos como nós,senem dor, medo, angustia, prazer, alegria...não foram feitos para nos servir, em hipótese alguma. Nem criados para serem superproduzidos aos milhares e escravizados, vivento uma vida de dor e sofrimento.

Mas, como não é interessante para a Igreja apoiar o vegetarianismo, também não é para a imprensa geral, que tem uma fatia do bolo da industria pecuária pra ficar calada sobre a verdade por tras do consumo de carnes.

Portanto cabe a nós, vegetarianos, estarmos sempre bem informados e nunca desistir da nossa causa, informando as pessoas e reeducando a sociedade para um mundo melhor e sem sofrimento.

Eu acredito plenamente que o vegetarianismo é capaz de salvar o planeta do caos.

Beijo a todos-nooooossa, escrevi demais!!! leia mais em
www.cores-perfumes.blogspot.com

Rodrigo disse...

“Se encontrares pelo caminho, numa árvore ou no chão, um ninho (abrigo) de ave com passarinhos ou ovos, e a mãe posta sobre os passarinhos, ou sobre os ovos, não tomarás a mãe com os filhotes; sem falta deixarás ir a mãe, porém os filhotes podes tomar; para que te vá bem, e para que prolongues os teus dias.”. Deuteronômio 22:6-7.

Gente, Jesus tava num nivel bem acima de compreensao... Por isso ele usa parabolas, pra nos, meros mortais, tentarmos entender...
Deduzir dessa passagem que ele quer que voce coma passarinhos... Eh a mesma coisa que acreditar que o mundo foi feito em 7 dias, e a civilazao nasceu de 2 pessoas...

No meu (mortal) ver, ele diz para deixarmos a mae, nao nos apegarmos a ela. Sim, largar a mae. Ela jah tem sua visao de mundo, eh dificil muda-la. Mas se vc ver filhotes: criancinhas, pessoas que ainda nao tem formada uma opiniao sobre o mundo, tome-as (ensine-as, evangelize-as), para que voce tambem va (faca o bem e ganhara dharma, na linguagem mais oriental) e sua vida se prolongara (alcancara a vida eterna).

Fica mais facil entender essas coisas depois de estudar bem os evangelhos que a igreja considerou hereges, os conhecidos apocrifos :)

Rodrigo disse...

ahn, e outra coisa...
no comecinho do genese, qndo adao e eva provaram a "fruta" do pecado, Deus surge dizendo:
"Adao, onde esta voce?"

Que diabos de onisciencia eh essa?!