Aquele momento em que você precisa arejar um pouco...

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Muitas mães para um dia só!

Eu ia preparar algo para o Dia das Mães, mas uma série de outros compromissos me desviaram a atenção e meu tempo.

Mas recebi de um colega o texto e fotos que publico abaixo. Melhor ele que eu, pois tem mais experiência: está cercado delas por tudo que é lado.


Olá! Tudo bem?


Geralmente essa incumbência de escrever artigos em datas importantes ou assuntos de alta relevância é do meu sócio, o Alberto Matos. Contudo, dessa vez, para o DIA DAS MÃES resolvi sair na frente simplesmente pelo fato de ter mais experiência nesse negócio de mãe.

Sou o sétimo filho, com três irmãs mais velhas, duas delas pela grande diferença de idade me tratavam como filho. Quer dizer, me tratam como filho até hoje.

Além delas e de minha mãe, tenho sogras, isso mesmo sogras. São três casamentos e, segundo o novo Código Civil, você se divorcia somente da esposa, sogra é pra sempre e continua de certa forma sendo sua parenta.

Então, recontando, são seis e se considerarmos as mães dos meus filhos, tenho perto de mim mais duas, aí já são oito. Como seria injustiça deixar minha atual esposa de fora, que embora não tenha filhos trata os meus quatro docinhos (três meninas e um menino) como se dela fossem, vou incluí-la com louvor.

Afinal, ela é a única que teve escolha de gostar ou não dos nossos filhos. Sim nossos! Agora ela é a mãe de todos, pois ama a todos da mesma forma. Bom, pra quem já se perdeu na conta lembro que agora são nove.


Isso mesmo, nove lindas e maravilhosas mães. Elas me deram de tudo. Minha mãe biológica me deu mais duas mães, minhas duas primeiras sogras duas namoradas, depois duas esposas e depois duas ex-posas. É , é assim mesmo que escrevo: ex-posas, porque tenho a amizade delas até hoje e convivemos em perfeita harmonia e porque sempre colocamos a felicidade dos filhos em primeiro lugar.

Minha ultima e atual esposa pretende ser mãe biológica no ano que vem, o que deverá ser por inseminação, sou vasectomizado. Isso poderá gerar gravidez gemelar. Com sorte serão dois, mas podem ser três, quatro...

Imaginando na melhor hipótese dois e se forem duas meninas, serão mais cinco futuras mamães perto de mim, o que levaria ao número de quatorze Mamães.

Sou ou não sou um felizardo?

Tudo isso pra dizer o quanto todas vocês, Mães biológicas ou não, são tão importantes em nossas vidas.

Feliz Dia das Mães!

Rogerio Machado

Nenhum comentário: