Aquele momento em que você precisa arejar um pouco...

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

MATAR POR DIVERSÃO


A pedido do STF, o IBAMA colocou no ar uma enquete perguntando sobre a aprovação ou não da caça amadora.


PUTZGRILA! E eu que achava que isso era coisa do passado...


Reproduzindo aqui a alegação dos favoráveis à prática, "...os defensores da caça amadorista alegam que as áreas utilizadas para a atividade são uma alternativa de uso sustentado à expansão agrícola e que o dinheiro arrecadado pelas associações são utilizados, também, como apoio na proteção a áreas de planos de manejo e de unidades de conservação".


Somos seres inteligentes (alguns nem tanto...) e com grande poder imaginativo. Sendo assim, é fácil criar argumentos para justificar qualquer coisa. Mas APESAR dos argumentos, há que se admitir que matar por diversão não é algo lá muito ético, certo?


Mas, se você está convencido - como os 35% dos votantes - de que caçar por diversão tem seu lado importante, então aí vão algumas sugestões:


- quer se sentir macho? Vá caçar no mano-a-mano, ou pata-a-pata, que seja, sem armas;

- coloque seus FILHOS para serem caçados. Ora, aqueles pirralhos só choram mesmo, atrapalham sua vida amorosa com a patroa e vão dar despesa a vida inteira. Aproveite e livre-se deles;


- coloque sua MÃE para ser caçada. Aquela velha decrépita só serve para ser visitada e nem bolinhos de chuva faz mais - e você se livra de ter de pagar-lhe o plano de saúde... Não será alvo tão rápido e desafiante como seus filhos, mas servirá bem aos caçadores iniciantes ou ruins de mira;


- vá VOCÊ servir de caça! Quer mais emoção e adrenalina que ter de fugir pra preservar a própria vida? ;


Observação: sogras e cunhados não valem, pois aí voltaria a ser só diversão mesmo, invalidando meu ponto de vista...


Quem dera eu pudesse enviar esses 35% a favor da caça lá para o Planeta dos Macacos.


Será que eles, com seus inteligentes argumentos, continuariam a favor?


Ué... Porque não?!...



Um comentário:

robertobech disse...

A pior parte foi esta:

"(...) os defensores da caça amadorista alegam que as áreas utilizadas para a atividade são uma alternativa de uso sustentado à expansão agrícola (...)"

Há que se destacar a criatividade do sujeito. Fico impressionado com as bizarrices que as pessoas são capazes de bolar para justificar uma posição visivelmente repreensível.

A boa notícia é que os 35% agora são 34% :-)